segunda-feira, 7 de março de 2011

A FELICIDADE

Por João Paulo Leal Meireles


À Rita. Indefinível e surpreendente Rita.

Um dia me disseram que felicidade é sentir-se bem com aquilo que você tem; que você precisa ter consciência do que está ao seu alcance e buscar ser feliz sem esperar atingir este ou aquele objetivo.

Sabe que é verdade? Enquanto busquei algo que não estava ao meu alcance, enquanto quis me moldar para agradar a alguém, eu nunca experimentei a verdadeira felicidade.

A partir do dia em que eu comecei a me sentir bem com aquilo que sou e que tenho, fui invadido por uma sensação de bem-estar, uma alegria nas pequenas coisas da vida. Eu acreditava que o espelho é que deveria gostar de mim, mas eu estava errado. Eu é que deveria gostar do espelho.

Isso não quer dizer, é claro, que você deva viver a “síndrome de Gabriela”: eu nasci assim, eu cresci assim e sou mesmo assim, vou ser sempre assim. Claro que não. Você é a única pessoa capaz de impor limites a si mesmo.

Acredite em seu potencial. Melhore seus pensamentos. Isso irá refletir nos seus sentimentos, que irá refletir nos seus relacionamentos, que irá refletir na maneira como os outros te vêem... e por aí vai.

Mas nunca perca de vista a sua essência. Nunca espere ter ou ser algo para ser feliz. O presente não será uma dádiva se você sempre esperar por algo no futuro para sentir-se bem.

Aliás, não pense muito no futuro. Ele é só uma expectativa. Olhe em volta, veja as inúmeras possibilidades de felicidade que estão ao seu alcance e abrace-as. Aprenda com os erros passados e aproveite disso para tornar-se uma pessoa melhor.

Enfim, lute por aquilo que você deseja, mas não espere que essa meta seja alcançada para só então ser feliz. Comece por ser feliz agora!

A felicidade é algo que só existe no presente e para alcançá-la basta que você saiba como encarar a vida. Você pode esperar a vida toda pela conquista de algo ou pode começar a ser feliz agora mesmo com aquilo que você tem. Só depende de você.

Nenhum comentário: