sexta-feira, 13 de maio de 2011

AS PALAVRAS

                                                                                         Por Izaque Real
As palavras faladas ou escritas ecoam. Algumas permanecem, outras se vão levadas pelo vento da nossa existência. Todavia, nenhuma delas retorna ao seu ponto inicial. Uma vez mencionadas, as palavras seguem o seu caminho.


As palavras fazem história, criam escritores, heróis, vilões, cientistas, poetas; dão vida aos livros. Elas alimentam o amor, rompem ou elevam o ódio, perpetuam as amizades. Enfim, revelam mundos intangíveis às nossas mãos.

As palavras estão perto, mas ao mesmo tempo chegam longe. Percorrem o universo difundindo ideias. Sobre elas se constroem a linguagem humana; a verdade e a mentira, o belo e o feio e tantas coisas que permeiam o nosso existir.

Por meio das palavras podemos avançar rumo a nossa salvação, a uma vida melhor, ou simplesmente nos destruir por não sabermos como conduzi-las, interpretá-las. Quantos discursos poderiam promover a paz e a solidariedade, mas não poucas vezes acabam lançando palavras que provocam guerras, que semeiam discórdias.

As palavras estão em constante movimento. Elas se movem e avançam. As palavras são importantes. Através delas transformamos realidades, conhecemos povos e culturas. Com elas é possível alcançar os céus, tocar o infinito, chegar a um mundo mais belo, fraterno e feliz para todos.

Nenhum comentário: