quinta-feira, 20 de outubro de 2011

O Dia Mundial das Missões!

O Dia Mundial das Missões deste ano nos traz – com a mensagem do Papa “Como o Pai me enviou, eu vos envio” (Jo 20,21) – um fato marcante para toda a Igreja: a canonização de um santo missionário, São Guido Maria Conforti!

Um pouco como aconteceu na vida de nossa padroeira, Santa Teresinha do Menino Jesus, também o novo Santo Conforti viveu o ardor missionário além-fronteiras sem poder realizá-lo, ou melhor, realizando-o plenamente de outra maneira, o que também nos estimula e convida.

Nascido em Parma (Itália) em 1865, desejou ardentemente continuar a obra de São Francisco Xavier quando, ainda jovem, leu a vida do grande evangelizador do Oriente. Ordenado padre, e sem poder partir para as Missões da China por ter uma saúde frágil, decidiu fundar uma Congregação missionária, à qual deu o nome de “xaveriana”. Com 34 anos de idade, em 1899, via seus primeiros padres partirem para a China...

Mais tarde foi nomeado Bispo e continuou a acompanhar a Congregação Xaveriana, acumulando o pastoreio das duas dioceses que lhe foram confiadas (Ravenna e Parma) com o apoio total à recém-criada Obra da União Missionária do Clero, da qual foi o primeiro Presidente.

Passados tantos anos, tivemos a alegria de festejar neste mês (dia 15) o Jubileu de 50 anos de Sacerdócio de um desses filhos de São Guido Conforti, o Pe. Sávio Corinaldesi, 75, entre nós no Brasil desde os 32 anos de idade como missionário xaveriano em muitas regiões do país (sobretudo na Amazônia) e, desde 2002, ajudando a criar esse espírito missionário como secretário nacional das Pontifícias Obras, primeiro da Infância e Adolescência Missionária e, ultimamente, da União Missionária e da Obra de São Pedro Apóstolo. Parabéns, Pe. Sávio, digno herdeiro de um santo, São Guido Maria Conforti!

Hoje os Missionários Xaverianos estão espalhados pelos cinco continentes, levando o Evangelho de Cristo e sua caridade às populações africanas do Moçambique, Sierra Leoa, Congo, Burundi, Camarões, Tchade, e também na Indonésia, Filipinas, Bangladesh, Estados Unidos, Japão, Inglaterra, Itália (naturalmente), Espanha, México, na amada China e no nosso querido Brasil.

O que Deus não faz na vida dos Santos, não? Do sim generoso de um jovem sacerdote faz brotar inumeráveis vocações missionárias – masculinas e femininas (depois vieram as Irmãs Xaverianas...) – através dos tempos futuros e de tantos países e culturas diversas.



São Guido Maria Conforti, rogai por nós!
Feliz dia Mundial das Missões! 

Dom Sergio Arthur Braschi
Bispo de Ponta Grossa (PR) e Presidente da Comissão da Ação Missionária e Cooperação Intereclesial da CNBB.

quarta-feira, 19 de outubro de 2011

Missão na Ecologia

Missão é paixão! Cristo quer cristãos apaixonados por Ele, pelo seu Reino, pelos esquecidos do mundo inteiro... Assim como Paulo, Francisco Xavier, Santa Teresinha, Madre Teresa de Calcutá, Guido M Conforti e inúmeros missionários dos cinco continentes, que partiram de nossas comunidades... se sentiram levados e animados por essa paixão.

Mas o que é ser missionário?

Ser Missionário é trabalhar para construir a grande família dos filhos de Deus. Ser Missionário é sair do quintal, ir além, abraçar o mundo.
Ser Missionário é não deixar a Igreja esfriar.


“O missionário
deve ter consciência
de que trabalha numa obra
de altíssimo mérito,
mas árdua e penosa.
Ele deve ser como a pedra
escondida debaixo da terra.
Ela talvez nunca venha à luz,
mas faz parte dos alicerces
de um novo e imenso sacrifício.
O Missionário
deve estar disposto
a ocupar o último lugar.
Isso muitas vezes significa
trabalhar, cansar e suar
sem que ninguém fique
sabendo o que ele faz,
a não ser Deus.”

Daniel Comboni

domingo, 16 de outubro de 2011

São Guido Maria Conforti. "Fazer do mundo uma só familia"



UM POUCO DE SUA HISTÓRIA

Guido Maria Conforti

O fundador dos Missionários Xaverianos nasce em Parma, na Italia, aos 30 de março de 1865. Faz seus primeiros estudos junto aos Irmãos das Escolas Cristãs. No breve trajeto rumo à escola, o pequeno Guido pára freqüentemente numa igrejinha para olhar o Crucifixo que domina o altar. Aos pés daquele crucifixo brota a vocação missionária. 


Entra no seminário com 10 anos de idade. Logo se apaixona pela vida e pela obra de São Francisco Xavier e planeja continuar-lhe a missão: ir para a China. Sua saúde muito fragil, porém, não permite realizar seu sonho. Somente uma graça de Nossa Senhora possibilita a sua ordenação sacerdotal, em 1888. 


Então, em 1895, Conforti, com apenas 30 anos de idade, decide fundar os xaverianos. Com a herança recebida após a morte do pai, compra uma casa onde reune um grupo de 17 seminaristas. Para o bom êxito do projeto, que ele mesmo julga temerário, Guido está disposto a dar o melhor de si mesmo. 


Em 1902, é nomeado arcebispo de Ravenna e, em seguida, bispo de Parma. Conforti torna-se pastor de dois rebanhos: a diocese e a congregação xaveriana. Ele é um guia exemplar e incansável de sua igreja, mas nunca esquece de ser bispo para o mundo todo. Dedica-se com todas as forças à formação de seus missionários, ao envio deles para a China e ao crescimento da consciência missionária além-fronteiras no clero de toda Itália. 


Com o Pe. Paulo Manna, funda a União Missionária do Clero. Em 1928, vai à China visitar os seus missionários. Peregrina por todos os postos mais avançados onde os seus filhos trabalham. Depois de uma vida dedicada inteiramente à missão, Conforti é chamado à Casa do Pai em 5 de novembro de 1931. Aos 17 de março de 1996, o Papa João Paulo II o proclama bem-aventurado.  O milagre por intercessão de São Guido Maria Conforti para que ele fosse canonizado aconteceu na cidade de Santa Luzia (MG). 
No proximo dia 23 de outubro São Guido será canonizado, um santo para a igreja de Cristo. São Guido rogai por nós!
Dizia Guido: "Eu olhava para ele, ele olhava para mim, parecia me dizer tantas coisas"