quinta-feira, 12 de abril de 2012

"Estrelas e Cometas"



 
Há pessoas estrelas e há pessoas cometas.
 
Os cometas passam.
Apenas são lembrados pelas datas que passam e retornam.
 
As estrelas permanecem.  sol permanece.
Passam anos, milhões de anos e as estrelas permanecem.
 
 Há muita gente cometa.
Passa pela vida da gente apenas por instantes.
Gente que não prende ninguém e a ninguém se prende.
Gente sem amigos, gente que passa pela vida sem iluminar,
sem aquecer, sem marcar presença.
 
Importante é ser estrela.
Estar junto. Ser luz. Ser calor. Ser vida.
 
         Amigo é estrela.
Podem passar anos, podem surgir distâncias,
mas a marca fica no coração.
Coração que não quer  enamorar-se de cometas,
que apenas atraem olhares passageiros.
 
  Ser cometa é ser companheiro por instantes,
explorar os sentimentos humanos,
ser aproveitador das pessoas e das situações,
fazer-se acreditar e desacreditar ao mesmo tempo.
 
Solidão é resultado de uma vida cometa.
Ninguém fica, todos passam.
 
Há necessidade de criar um mundo de estrelas.
Todos os dias poder contar com elas e poder sentir sua luz e calor.
 
Assim são os amigos.
Estrelas na vida da gente.
São aragem nos momentos de tensão.
São luz no momento de desânimo.
 
Ser estrela neste mundo passageiro,
neste mundo cheio de pessoas cometas,
é um desafio, mas acima de tudo,
uma recompensa.
 
         Recompensa de ter sido luz para muitos amigos,
ter sido calor para muitos corações,
ter nascido e ter vivido
e não apenas existido.
(Autor desconhecido)

quarta-feira, 11 de abril de 2012

"A Moeda"

Um especialista em moedas falsas passava o dia estudando uma única moeda de ouro. Dias e dias, meses a fio.Sempre a mesma moeda.
As pessoas ficavam curiosas para saber por que ele nao escolhia outra, uma falsa, por exemplo, para descobrir o que estava errado. Mas ele nao queria saber de outra.
Um dia alguém criou coragem o suficiente e perguntou ao especialista:
- Se o senhor é contratado para descobrir moedas falsas, por que só estuda essa moeda e nem olha para as falsas?
- Meu amigo – disse o estudioso – eu não preciso conhecer as moedas falsas. Se eu estudar bem a moeda verdadeira, cada detalhe, cada desenho, até te-la gravada na minha memória e no coraçao, eu saberei reconhecer uma moeda falsa assim que puser os olhos nela, mesmo que seja uma diferença quase invisível, porque eu conheço a moeda verdadeira e nao serei enganado jamais.
Assim deve ser o cristão.
Se ele procurar conhecer a Cristo, estudar a Bíblia todos os dias e gravá-la no coraçao saberá logo quando quiserem lhe empurrar uma falsa doutrina, uma “religiao” nova. Ele conhece o Cristo Verdadeiro e nao se deixa enganar.
“E conhecereis a verdade e a verdade vos libertará”
(Desconheço o autor)