quarta-feira, 5 de março de 2014

Campanha da Fraternidade 2014

É PARA A LIBERDADE QUE CRISTO NOS LIBERTOU (Gálatas5,1)
Neste ano a Campanha da Fraternidade traz o Lema: Para Liberdade que Cristo nos Libertou.(Gl5,1) e o Tema: Fraternidade e Tráfico Humano. O tráfico humano nasce de interesse de pessoas e de grupos baseado na mentira, por isso ao olhar por cima não vemos porque é camuflada, geralmente o tráfico envolve muita gente que não aparece. Não é uma realidade tão clara.

Nosso caminhar quaresmal não pode ser insensível a situações que atentam contra a dignidade da pessoa humana e seus direitos fundamentais, como o tráfico humano, tema da CF 2014 .Os criminosos deste tráfico exploram pessoas em várias atividades: construção, confecção, entretenimento, sexo, serviços agrícolas e domésticos, adoções ilegais, remoção de órgãos e outras.

Com esta Campanha a Igreja Católica se une a iniciativas, no intuito de potencializá-las e suscitar em suas comunidades, reflexões e ações de combate a esta chaga social. Identificar as práticas de tráfico humano em suas várias formas e denunciá-las como violação da dignidade e da liberdade humana, mobilizando cristãos e a sociedade brasileira para erradicar esse mal com vista ao resgate da vida dos filhos e filhas de Deus. O Papa Francisco assim se referiu a prática do tráfico humano: “O tráfico de pessoas é uma vergonha para as nossas sociedades que se dizem civilizadas.”   
Que possamos ter um olhar de misericórdia para esta situação em que se encontram tantos irmãos e irmãs que a Bíblia seja nosso critério. Vamos iluminar este Tema e estes acontecimentos com a Palavra de Deus.
Rezemos com o Papa Francisco: "Peçamos ao Senhor a graça de chorar pela nossa indiferença, de chorar pela crueldade que há no mundo, em nós, incluindo aqueles que, no anonimato, tomam decisões socioeconômicas que abrem a estrada a dramas como este."        
Quaresma "tempo favorável" para reafirmarmos nossa opção por Jesus Cristo e seu Reino. tempo em que Deus quer falar no mais íntimo de nosso coração.
                Na Quarta-Feira de Cinzas  damos início ao tempo de preparação para a Páscoa. Ao colocarmos a cinzas em nossas cabeças, lembramos que somos pó e ao pó voltaremos. As cinzas significam também conversão.
                A quaresma nos faz lembrar os quarenta anos do povo de Deus no deserto a caminho da terra prometida. Também os quarenta dias que Jesus passou no deserto. A igreja nos apresenta três praticas: A ORAÇÃO, o JEJUM e a ESMOLA. A oração, nos faz voltar a ter um diálogo mais íntimo com Deus. O jejum, nos torna solidários com nossos irmãos que habitualmente passam fome, e a esmola nos ajuda a partilhar o que temos e denunciar as injustiças do acúmulo.
                Procuremos viver bem este tempo favorável com mudança de vida, conversão sincera de coração. "Voltai para o Senhor, com todo coração, com jejuns, lágrimas e gemidos; rasguem o coração e não as vestes. Para que o senhor perdoe seu pecado" Jl 2,12-18. Sim, voltemos para nosso Deus pois Ele é bondoso e misericordioso.

       Boa caminhada rumo a Páscoa, onde nos encontraremos cheios de alegria.
Em Cristo

Rita Leite
Fonte: Texto - Base da CNBB

Nenhum comentário: