sexta-feira, 6 de junho de 2014

SER MISSIONÁRIO, UM PRESENTE DE DEUS



já faz cinco anos que estou aqui em Yaoundé, capital dos Camarões. Vim aqui para terminar minha formação de base em teologia. Já é tempo de partir e abraçar uma nova missão. Confesso que estou com o coração na mão, mas faz parte da vocação do missionário: ter um coração sem fronteiras, elástico, que sofre  a cada "adeus" e que sorri a cada "prazer em conhecê-lo". Foi o Senhor quem me enviou aos Camarões, quero agradecê-lo por alguns presentes que ganhei, eis alguns que devo carregar sempre comigo, na minha mochila de missionário:
Os braços abertos dos meus irmãos xaverianos que me acolheram e me ajudaram a dar passos importantes na minha formação missionária. eles vem dos quatros cantos do mundo. Não é sempre fácil viver juntos, com tantas diferenças, mas aprendemos que o amor de Cristo nos une em uma verdadeira família à serviço da Missão.
O sorriso acolhedor do povo camaronês. Muitos me acolheram como filhos, um irmão, um amigo. Tive que aprender muita coisa, como uma criança; aprender a falar, a comer, a dançar, a rir, a estudar, a rezar de uma maneira nova. nem sempre consegui, às vezes julguei sem conhecer, às vezes me considerei superior, às vezes perdi a paciência...mas eles me perdoaram, me deram sempre uma nova chance. 
Uma fé renovada que me ensinou descobrir Jesus no rosto e na cultura de cada irmão. É muito lindo reaprender a rezar. Trabalhei dois anos na prisão central de Yaoundé e a cada conversa eu descobria uma palavra nova de Cristo, dirigida a mim mesmo, a partilhar com os outros.
Um sustento todo novo da família, dos amigos, da paróquia e dos xaverianos que ficaram no Brasil e de uma maneira toda especial dos meus pais e meus irmãos. O amor, a fé e a participação de todos vocês á missão são força da ação missionária que se realiza em todos os cantos deste mundo. 
É uma graça ser missionário, um presente de Deus. Aprendemos, como São Guido, a procurar, amar e encontrar Cristo em tudo e em todos. Vemos Deus no meio do mundo e o mundo no coração de Deus. Descobrimos a cada instante que o Reino está lá crescendo como grão de mostarda. Que a luz é bem mais forte que a escuridão. E que a vida já venceu a morte.
O Senhor chama a todos nós a espalharmos seu Evangelho de vida e alegria onde persistem a morte e tristeza. Mas Ele chama alguns a fazê-lo além das fronteiras da própria cultura.
 Jovens, coragem! Não só o Brasil, mas o mundo precisa da fé e do sorriso de vocês. Assim, aos poucos, fazemos do mundo uma família ao lado do Pai.
 Para continuar vivendo este ideal, serei ordenado presbítero dia 09 de agosto, as 16 horas, em Sumaré SP, e assim prosseguirei vivendo o presente de ser missionário a serviço do Reino de Deus.
Adriano Cunha Lima sx








Fonte: Revista Famíla Xaveriana mês junho-agosto 2014

Um comentário:

adriano disse...

Obrigado Rita...