sexta-feira, 16 de maio de 2014

"Missão em Moçambique"

Por Padre Sante Gatto Missionário Xaveriano!  
Queridos amigos!
Depois de 3 meses aqui em Moçambique partilho com vocês a minha experiência missionária. Esta foi uma semana bem intensa e amanhã cedo irei para o interior, uns 40 km daqui, mas a estrada é de chão com muitas poças de água e barro... Vai ser mais uma aventura evangelizadora, visto que vou rezar em língua local (chisena), embora a homilia em português "moçambicano de Portugal" será traduzida por um catequista que sempre me acompanha. As comunidades do interior são bem carentes porque têm pouco contato com a cidade e sobretudo vivem do trabalho da roça (machamba)...
grupo de fiéis católicos da comunidade São Quizito em Savane. 
A água potável é escassa e a energia ainda não chegou ali... Mas queridos amigos o  povo está sedento de Evangelho e o número dos catecúmenos recém-baptizados na Vigília Pascal o está demonstrando (umas 150 pessoas)... Repito, aqui é o básico que conta... Tem lugares, e são a maioria, que a presença de cristãos católicos é bem reduzida, sim estamos mesmo no primeiro anúncio. Da minha parte procuro aprimorar a língua que não é brincadeira não, mas me sinto à vontade com o povo e agradeço Nosso Senhor por esta oportunidade de recomeçar (quase da estaca zero).
 Bom, aqui a comunicação não está nada fácil assim como outras situações logísticas (falta de água e de energia, esgoto ausente e internet em forma descontínua).
" Cortando ramos para domingo de Ramos com os Escoteiros"
O povo daqui vive desta forma e nós (hóspedes) precisamos aprender bastante com eles: a forma de viver, de se comunicar, de rezar e de viver a fé... Estou somente no comecinho e me percebo como uma criancinha dando os primeiros passos num contexto e ambiente completamente diferente daquilo que tinha aprendido no nosso querido Brasil. Na Semana Santa com o Tríduo Pascal tivemos um monte de trabalho pastoral dentro da cidade e no interior também com grandes satisfações porque o povo daqui está sedento mesmo de conhecer e de seguir Jesus Cristo. É uma Igreja bem jovem como já escrevi, mas dinâmica que nos pede acompanhamento sério em tudo! Sexta-feira Santa estive numa outra paróquia e aí precisei carregar durante a Via Sacra no meio daquela Vila bem pobre uma Cruz de quase 100 kg... Graças a Deus algumas pessoas ajudaram na façanha, mas aqui o Padre tem que se mexer mesmo! A celebração da Paixão levou umas 3 horas e meia! UAU! Imagine como cheguei em casa! Mas bem feliz... No Sábado Santo estive em Savane uma comunidade interiorana onde acompanhei o retiro dos Catecúmenos que iam receber o Batismo na Vigília Pascal e chegando a tardezinha houve somente  tempo de tomar banho e ir para Igreja para a grande celebração vigilar... Emocionante ver a participação do povo... Domingo de Páscoa grande celebração acompanhada de cantos e danças (eu me joguei dentro mesmo!)
"Crianças brincando fora da mesma igreja"
Estou estudando a língua Chisena que me permitirá trabalhar em áreas menos evangelizadas e por conseguinte te peço de acompanhar-me através da oração a fim de que eu possa aprendê-la bem, decentemente, meus amigos aqui faltam as coisa básicas e aonde irei trabalhar mais ainda. Conto com as orações de vocês. Grande abraço.
Em Cristo.
Padre Sante Gatto Missionário Xaveriano.
"Dom Jaime (ao centro de camisa africana verde) Bispo emérito da Beira e verdadeira testemunha do caminho de libertação do colonialismo português antes e depois cabeça do processo de reconciliação Nacional."
"Secando o arroz com o Raimundo na nossa casa"